Sofia Nunes

Inspiração

Acendo um cigarro...
Começo a pensar,pensar e pensar...
Meus Deus, como não me pode vir nada?
Ponho-me de pé e começo a andar...
 
Olho ao meu redor...
Para ver se me inspiro...
Mas não...
Saiu-me só um maldito espirro...
 
Lá me deito outra vez...
Olho para a televisão
Começa o dr.house
E lá me desconcentro outra vez...
 
Nessa noite desisti
Já que claro adormeci
 
Ao fim de cinco dias
Lá recomeço outra vez
e por duas e três
Lá me vem a inspiração mais uma vez
 
Sentada, quero fazer algo correcto
Com medo de falhar
Com medo de algo incorrecto
 
E aqui vai este poema
Sem sentido nenhum
Só revela uma noite sem fazer nada
De uma rapariga comum!

 

Todos los derechos pertenecen a su autor. Ha sido publicado en e-Stories.org a solicitud de Sofia Nunes.
Publicado en e-Stories.org el 18.06.2008.

 

El autor

 

Comentarios de nuestros lectores (1)

Todo los comentarios de nuestros lectores!

Tu comentario

¡A nuestros autores y a e-Stories.org les gustaría saber tu opinión! ¡Pero por favor, te pedimos que comentes el relato corto o poema sin insultar personalmente a nuestros autores!

Por favor elige

Post anterior Post siguiente

¿Este novel/poem viola la ley o el reglamento de publicación de e-Stories.org?
¡Por favor, infórmanos!

Author: Changes could be made in our members-area!

Mas de"Humor" (Poemas)

Otras obras de Sofia Nunes

Did you like it?
Please have a look at:

“ Será que o sou...“ - Sofia Nunes (Vida)
My Mirror - Paul Rudolf Uhl (Humor)
Silent Mood - Inge Offermann (Amor & Romance)